quinta-feira, 6 de agosto de 2009

HERESIOLOGIA



O que sabemos sobre heresias não é nada novo. A antiga serpente tenta enganar desde o princípio com suas mentiras, tentando substimar a Deus e engrandecer o homem. "No dia em que comerdes desse fruto, vossos olhos se abrirão, e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal." (Gn 3.5). Assim, nos últimos dias, Satanás não tem agido diferente, pois engana as pessoas dizendo que elas serão como Deus se fizerem desta ou daquela forma contrária a que Deus ordenou.

No Èden, Satanás agiu com engano, no Egito, tentou enganar através dos magos imitando os sinais das águas do Rio Nilo se transformarem em sangue e das rãs. Aqueles homens, como diz algumas versões, "fizeram o mesmo com suas ciências ocultas"; outras versões dizem: "encantamentos". Isso nos revela que as pessoas ignorantes podem ser enganadas por não conhecerem o que os outros fazem, mas Moisés conhecia o que aqueles magos faziam, pois fora educado em toda a sabedoria dos egípcios (At 7.22). Por isso não se deixou levar pelos seus engodos. Moisés crera no Seu Deus que o chamara para aquela missão.


HERESIOLOGIA II

Ao iniciar esta nova série de estudos sobre seitas e heresias, iremos falar sobre as principais fontes de heresias. Como já dissemos no estudo anterior, há duas principais fontes de heresias: primeira, doutrinas de homens, e, segunda, doutrinas de demônios. O que motiva as heresias é o fato do homem não reconhecer a verdade e procurar por si mesmo encontrar meios que justifiquem seus atos sem atender aos requisitos divinos para a salvação. A incredulidade e soberba são os principais motivos que levam o homem para longe do caminho de Deus.

Iremos começar este estudo analisando os comportamentos humanos que levaram o homem a se desviar de Deus. Estudaremos também os comportamentos dos personagens bíblicos que manifestaram na história suas características destituídas da glória de Deus. Começaremos pela queda do homem.

Toda heresia começa com uma mentira. Foi dessa forma que o homem cedeu à tentação no Éden. Satanás conseguiu iludir a mulher afirmando três mentiras: primeira: Disse a serpente à mulher: Certamente não morrereis. Gn 3.4. A segunda mentira foi: Porque Deus sabe que no dia em que comerdes desse fruto, vossos olhos se abrirão, Gn 3.5a. A terceira mentira foi: e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal.” Gn 3.5b. Você já havia prestado atenção a isto antes? Talvez você nunca parasse para pensar na questão maliciosa da serpente ao enganar a mulher. Mas, as suas astutas ciladas continuam com as mesmas características. Não é em vão que Satanás é classificado no Apocalipse como a antiga serpente, (Ap 12.9). Satanás tenta iludir o homem dizendo que ele não morrerá se desobedecer a Deus. Ele procura iludir o homem com uma falsa visão daquilo que o homem precisa saber. Ao homem foi dado o direito de ser mordomo de Deus. Não havia mais nada para o homem conhecer senão que observasse a obediência a Deus. Pelo fato de dar ouvidos à voz da serpente, foram condenados ao sofrimento, dor e morte. Sofreram as conseqüências da desobediência. Portanto, se Deus puniu a desobediência de Adão e Eva, certamente a serpente os enganou. O homem recebeu a punição, mas Deus não o abandonou, fez-lhe a promessa de resgate: a redenção pela semente da mulher. Logo que nascera Caim, nasceu também Abel. Ambos ofereceram sacrifício a Deus. Caim achou-se no direito de Deus receber sua oferta, e por isso ficou muito irado e se entristeceu. Observe que Caim estava consciente de que desagradara a Deus e sabia como agradá-lo. O próprio Deus o questiona dizendo: Porventura se procederes bem, não se há de levantar o teu semblante? e se não procederes bem, o pecado jaz à porta, e sobre ti será o seu desejo; mas sobre ele tu deves dominar. (Gn 4.7). Observe que Deus lhe disse: se procederes bem... e se não procederes bem... Portanto, o caráter de Caim era mal, visto que as Escrituras dão testemunho dele. João diz em sua primeira Epístola cap. 3.12 que, Caim era do maligno, e matou a seu irmão. João não diz que Caim passou a ser do maligno porque matou a seu irmão, mas que, o seu caráter e procedência produziram tal pecado. Então vimos em Caim o início do caráter egocêntrico humano ao desagradar a Deus, visto que, sempre deve agradar a Deus de coração, não bastam os sacrifícios, mas é necessário um coração íntegro e contrito. Mas Caim resolveu agradar a si mesmo. É o tipo do religioso que, ao cumprir suas obrigações religiosas, pensa que isso persuade a Deus. Isso é hipocrisia. A partir de então ficou estabelecida a guerra entre os homens. Deus definiu as duas sementes: a do mal e a do bem. A partir de Caim, começaram a surgir os homens presunçosos, orgulhosos e os religiosos.

Agora, nos nossos dias, observamos os mesmos comportamentos em pessoas religiosas. Para encontrar a falsa piedade não é necessário procurar fora do meio cristão; basta analisar o comportamento de pessoas religiosas e egoístas. Por que Caim foi classificado com o Maligno? Porque suas obras foram produzidas de acordo com o seu coração, sua origem. Por isso matou a seu irmão, pois suas obras o identificou com sua peculiaridade que é de um homicida, bem como o próprio Satanás.

A manifestação do anticristo é segundo a eficácia de Satanás. O que isso significa? Significa que o anticristo opera de acordo com a inspiração diabólica, que é a mentira. Não devemos esquecer que foi o próprio Jesus que declarou acerca do Diabo: “Ele é mentiroso, e pai da mentira” (Jo 8.44). Portanto, ele opera a mentira nos seus filhos.

Mas, analisando com mais profundidade o assunto, iremos concluir que, tudo é segundo a vontade de Deus. Todas as criaturas racionais manifestarão a sua natureza espiritual diante de Deus, quer seja boa ou má. Isto quer dizer que as duas classes de pessoas que há no universo, justas e injustas, terão que manifestar para todos, o caráter de suas origens espirituais. Para isso, Deus enviará a operação do erro para que os ímpios se manifestem e sejam julgados. Isto está bem claro na segunda epístola de Paulo aos Tessanolicenses capítulo 2 vers. De 7 a 12: Pois o mistério da iniqüidade já opera; somente há um que agora o detém até que seja posto fora; e então será revelado esse iníquo, a quem o Senhor Jesus matará como o sopro de sua boca e destruirá com a manifestação da sua vinda; a esse iníquo cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás com todo o poder e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para serem salvos. E por isso Deus lhes envia a operação do erro, para que creiam na mentira; para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na injustiça. Também nos reporta a história de Acabe, quando queria lutar contra a Síria. Ao consultar os profetas, ninguém lhe dava resposta satisfatória. Mas Deus que estava no controle, e já irado contra os atos do rei Acabe, proclamou uma campanha para que ele lutasse contra a Síria, mas isso só poderia ser realizado através de um espírito enganador na boca dos profetas do rei. Ouça o texto de I Rs 22.20-23: E disse o SENHOR: Quem induzirá Acabe, para que suba, e caia em Ramote de Gileade? E um dizia desta maneira e outro de outra. Então saiu um espírito, e se apresentou diante do SENHOR, e disse: Eu o induzirei. E o SENHOR lhe disse: Com quê? E disse ele: Eu sairei, e serei um espírito de mentira na boca de todos os seus profetas. E ele disse: Tu o induzirás, e ainda prevalecerás; sai e faze assim. Agora, pois, eis que o SENHOR pôs o espírito de mentira na boca de todos estes teus profetas, e o SENHOR falou o mal contra ti.

Observamos neste texto bíblico que a operação da falsa profecia é permitida por Deus para que os falsos profetas se manifestem. Pois, segundo o juízo das Escrituras, tanto o ímpio como o justos hão de se manifestar as suas respectivas naturezas: "Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que o não serve." (Ml 3.18). Paulo diz aos Tessalonicensses: "E por isso Deus lhes envia a operação do erro, para que creiam na mentira" (II Ts 2.11). O motivo pelo qual Deus enviará a operação do erro, é pelo fato da manifestação do anticristo, que é segundo a eficácia de Satanás: "Pois o mistério da iniqüidade já opera; somente há um que agora o detém até que seja posto fora; e então será revelado esse iníquo, a quem o Senhor Jesus matará como o sopro de sua boca e destruirá com a manifestação da sua vinda; a esse iníquo cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás com todo o poder e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para serem salvos. E por isso Deus lhes envia a operação do erro, para que creiam na mentira" (II Ts 2.7-11).




Caim.

OS MISTICISMOS

VEJA ESTE VÍDEO SOBRE VIDENTES E SEUS ENGANOS

  1. Encantamentos

Forma de MAGIA em que se faz feitiço contra alguém ou alguma coisa; despacho; macumba (Nm 23.23). Era prática proibida a Israel, (Dt 18.11).

Esta prática influenciou muito os hebreus e era comum entre os gentios. Entre os egípcios era tão comum esta prática que eles agiam com intenção de favorecê-los a serviço de Faraó. Tais práticas são enunciadas em algumas versões bíblicas como “ciências ocultas”. Segundo o dicionário da língua portuguesa, encantamento é uma arte mágica, obra de feiticeiros; bruxaria, enlevo, sedução, fazer alguém maravilhar-se por um feito. De acordo com o conhecimento secular, os egípcios tinham alto nível de ciência. Suas artes e feitos caracterizam a capacidade e tal ciência que tinham em sua cultura. Moisés, homem criado e educado em toda a ciência do Egito, certamente conhecia as artes dos magos de Faraó. Os magos repetiram alguns sinais que Moisés realizara, porém, outros sinais não puderam realizar, pois Moisés não realizava-os dependendo do conhecimento humano, mas de Deus. (Ex 7.22; 8.7).

A prática de artes mágicas e de encantamentos sempre foi abominação ao Senhor. O rei Manassés estabeleceu em Jerusalém esta prática propositalmente para provocar a ira divina, como lemos em II Crônicas 33:1-6: Tinha Manassés doze anos de idade, quando começou a reinar, e cinqüenta e cinco anos reinou em Jerusalém. E fez o que era mau aos olhos do SENHOR, conforme às abominações dos gentios que o SENHOR lançara fora de diante dos filhos de Israel. Porque tornou a edificar os altos que Ezequias, seu pai, tinha derrubado; e levantou altares aos Baalins, e fez bosques, e prostrou-se diante de todo o exército dos céus, e o serviu. E edificou altares na casa do SENHOR, da qual o SENHOR tinha falado: Em Jerusalém estará o meu nome eternamente. Edificou altares a todo o exército dos céus, em ambos os átrios da casa do SENHOR. Fez ele também passar seus filhos pelo fogo no vale do filho de Hinom, e usou de adivinhações e de agouros, e de feitiçarias, e consultou adivinhos e encantadores, e fez muitíssimo mal aos olhos do SENHOR, para o provocar à ira. Essas artes e encantamentos são extremamente malignas. Primeiro porque subestima o poder de Deus, e, segundo porque exalta o homem. Vimos em toda a história da revelação divina, o homem, com suas artes e técnicas subestimar o poder de Deus para exaltar-se a si mesmo. Daniel enfrentou situação semelhante quando teve que discernir o sonho de Nabucodonozor. O rei encontrara sabedoria extrema em Daniel: (Daniel 1:20) - E em toda a matéria de sabedoria e de discernimento, sobre o que o rei lhes perguntou, os achou dez vezes mais doutos do que todos os magos astrólogos que havia em todo o seu reino. Quando o rei quis a interpretação do sonho que sequer lembrava, nenhum dos seus magos, encantadores e astrólogos não souberam discernir o sonho do rei. Então o rei mandou chamar os magos, os astrólogos, os encantadores e os caldeus, para que declarassem ao rei os seus sonhos; e eles vieram e se apresentaram diante do rei.(Daniel 2:2). Mas nenhum deles conseguiu lembrar nem discernir o sonho do rei. (Daniel 2:27) Respondeu Daniel na presença do rei, dizendo: O segredo que o rei requer, nem sábios, nem astrólogos, nem magos, nem adivinhos o podem declarar ao rei; (Daniel 4:7) Quando o rei teve outro sonho, se lembrava apenas do sonho, mas não sabia o seu significado, os magos mais uma vez não puderam lhe revelar a interpretação. Então entraram os magos, os astrólogos, os caldeus e os adivinhadores, e eu contei o sonho diante deles; mas não me fizeram saber a sua interpretação. Isto nos recorda que somente Deus pode dar a legítima revelação da verdade. O capítulo 5 do livro de Daniel nos mostra o que pode ocorrer com quem não exalta a Deus, mas a si próprio. (Daniel 4:30-32) Falou o rei, dizendo: Não é esta a grande Babilônia que eu edifiquei para a casa real, com a força do meu poder, e para glória da minha magnificência? Ainda estava a palavra na boca do rei, quando caiu uma voz do céu: A ti se diz, ó rei Nabucodonozor: Passou de ti o reino. E serás tirado dentre os homens, e a tua morada será com os animais do campo; far-te-ão comer erva como os bois, e passar-se-ão sete tempos sobre ti, até que conheças que o Altíssimo domina sobre o reino dos homens, e o dá a quem quer.

Você já ouviu alguém enobrecer uma pessoa porque realizou algum sinal? Isto é comum nos dias de hoje. A questão não é alguém ser honrado pelo seu feito, o pior é a pessoa aceitar tal honra ao invés de atribuir toda a honra e glória a Deus. Lembre-se de Pedro e João quando subiam ao templo, ao curar um coxo que pedia esmolas, replicaram o povo que, demasiadamente pensavam que eles fossem tão sobrenaturais ao ponto de realizar tal sinal. Entretanto, Pedro rebateu os seus pensamentos com as seguintes palavras: (Atos 3:12,16) E quando Pedro viu isto, disse ao povo: Homens israelitas, por que vos maravilhais disto? Ou, por que olhais tanto para nós, como se por nossa própria virtude ou santidade fizéssemos andar este homem? E pela fé no seu nome fez o seu nome fortalecer a este que vedes e conheceis; sim, a fé que vem por ele, deu a este, na presença de todos vós, esta perfeita saúde.” As pessoas sempre querem exaltar o homem por alguma obra realizada.É comum este comportamento humano desde o princípio.

Ó Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência, (I Timóteo 6:20).

  1. Ilusionismo

Que se refere à magia. 2. Dotado de poder sobrenatural. 3. Fig. Encantador, extraordinário, maravilhoso. S. m. Indivíduo que pratica a magia.

Esta é uma prática de aplicar a destreza e habilidades com as mãos para iludir os olhos de outrem. Mas também a mágica é um tipo de encantamento, uma ilusão, uma arte fictícia para enganar e iludir como se fosse algo sobrenatural. Este tipo de prática encontramos até os dias de hoje, e é oposta ao poder de Deus, pois é uma arte que não se submete aos propósitos divinos. Paulo, ao chegar em Pafos, procurava pregar para o governador daquela província, o procônsul Sérgio Paulo, mas um mágico tentava impedi-lo de ouvir a palavra de Deus. É o que está escrito em Atos 13:6-11: E, havendo atravessado a ilha até Pafos, acharam um certo judeu mágico, falso profeta, chamado Barjesus, o qual estava com o procônsul Sérgio Paulo, homem prudente. Este, chamando a si Barnabé e Saulo, procurava muito ouvir a palavra de Deus. Mas resistia-lhes Elimas, o encantador (porque assim se interpreta o seu nome), procurando apartar da fé o procônsul. Todavia Saulo, que também se chama Paulo, cheio do Espírito Santo, e fixando os olhos nele, disse: Ó filho do diabo, cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a justiça, não cessarás de perturbar os retos caminhos do Senhor? Eis aí, pois, agora contra ti a mão do Senhor, e ficarás cego, sem ver o sol por algum tempo. E no mesmo instante a escuridão e as trevas caíram sobre ele e, andando à roda, buscava a quem o guiasse pela mão.

A ilusão de tais pessoas impressiona os ingênuos e inexperientes. Observe que este homem que Paulo encontrara, tinha por nome: Barjesus, que significa filho de Jesus. Ele era falso profeta, como o texto mesmo diz. Infelizmente, pessoas desprovidas do poder de Deus têm se prestigiado de tais enganos, ao passo que, as pessoas que têm a verdadeira mensagem do evangelho são desprezadas.

Vou lhes ensinar um segredo para identificar se uma pessoa faz um sinal da parte de Deus ou se é somente astúcia humana:

  1. Os sinais que provem de Deus não provocam dissensões, mas promove o evangelho de forma graciosa e sem falhas ou transgressões aos princípios bíblicos. Jamais o Espírito de Deus deixará a desejar quanto às verdades que Ele mesmo revelou nas Escrituras.
  2. Quem executa os sinais e maravilhas pelo poder de Deus, jamais se preocupa em enfatizar a si mesmo, visto que, neste caso, a intenção é promover a obra de Deus e não a si mesmo.
  3. Sempre e em todas as operações do Espírito Santo, ele promoverá o crescimento em quantidade e qualidade da igreja. Um milagre, o qual o seu objetivo não seja este, se faz inútil a sua realização.

  1. Feitiçarias

Esta prática é muito confundida com as obras operadas pelos demônios. As feitiçarias se assemelham muito com os encantamentos. São artes criadas através das obras da carne. Segundo o que lemos em Gálatas 5.19-21, as feitiçarias são obras da carne, portanto não são atuações demoníacas como pensam alguns, mas são artes maquinadas pelo homem para enganar, iludir e produzir obras opostas às de Deus. Por isso mesmo Paulo diz no versículo 17: Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. É bom ficarmos atentos quanto às atitudes das pessoas que não se coadunam com o fruto do Espírito. Tais práticas são maquinadas com intenção de tirar algum proveito ou prazer em detrimento de outrem. As obras da carne são manifestas com suposições e mentiras. Foi com esse tipo de engano que a serpente iludiu à Eva. Elas são engodos, promove uma aparente vantagem sobre quem a pratica. Pasmem, as feitiçarias são capazes de enganar as pessoas de forma muito sutil. Quaisquer verdades que forem usadas para enganar alguém, constitui-se em feitiçaria. Essa prática se assemelha também ao ilusionismo e encantamentos.

  1. Psicologia

A psicologia é a ciência que trata da mente e de fenômenos e atividades mentais. Ciência do comportamento animal e humano em suas relações com o meio físico e social. Esta ciência é importante quando aplicada para beneficiar o ser humano. Entretanto, pessoas maliciosas usam técnicas de psicologia para tentarem conseguir o que querem.

  1. Hipnose

Hipnose é um estado mental (teorias de estado) ou um tipo de comportamento (teorias de não-estado) usualmente induzidos por um procedimento conhecido como indução hipnótica, o qual é geralmente composto de uma série de instruções preliminares e sugestões. O uso da hipnose com propósitos terapêuticos é conhecido como "hipnoterapia".

Contudo, talvez a definição mais objetiva possível de hipnose seria a seguinte: alguém comanda (o hipnotista) e alguém obedece (o hipnotizado), geralmente de modo extremo ou pouco comum.

As pessoas que são hipnotizadas costumam relatar alterações de consciência, anestesia, analgesia, obedecendo e realizando os atos mais variados e extremos sob este pretenso estado.

Segundo Facioli (2006): "A hipnose, em termos mais estritamente descritivos, é o procedimento de sugestões reiteradas e exaustivas, aplicadas geralmente com voz serena e monotônica em sujeitos que algumas vezes correspondem às mesmas, realizando-as, seja no plano psicológico ou comportamental. Estes sujeitos responsivos também costumam relatar alterações de percepção e consciência durante a indução hipnótica. E em alguns casos respondem de modo surpreendente ao que lhes é sugerido, o que pode incluir, por exemplo, anestesia, alucinações, comportamento bizarro e ataques convulsivos." (p.15).

O termo "hipnose" (grego hipnos = sono + latim osis = ação ou processo) deve o seu nome ao médico e pesquisador britânico James Braid(1795-1860), que o introduziu pois acreditou tratar-se de uma espécie de sono induzido. (Hipnos era também o nome do deus grego do sono). Quando tal equívoco foi reconhecido, o termo já estava consagrado, e permaneceu nos usos científico e popular.

Contudo, deve ficar claro que hipnose não é uma espécie ou forma de sono. Os dois estados de consciência são claramente distintos e atecnologia moderna pode comprová-lo de inúmeras formas, inclusive pelos achados eletroencefalógráficos de ambos, que mostram ondascerebrais de formas, freqüências e padrões distintos para cada caso. O estado hipnótico é também chamado transe hipnótico.

Quem é susceptível de ser hipnotizado? Nem toda as pessoas são hipnotizáveis. Hilgard fez experiências com estudantes universitários e só 25% foram hipnotizáveis; e desses só ¼ entrou em transe profundo.

Os factores que interferem são:

Idade A susceptibilidade à hipnose aumenta até mais ou menos aos dez anos, depois diminui à medida que os indivíduos se tornam menos conformistas.

Personalidade

  • São mais susceptíveis as pessoas que tendem a envolver-se com as suas fantasias.
  • São menos susceptíveis as pessoas que:
  • Se distraem facilmente
  • Têm medo do novo e diferente
  • Revelam falta de vontade de obedecer ao hipnotizador
  • Revelam falta de vontade de ser submissas.
É portanto, necessário o cristão atentar com cuidado para estas práticas que têm se confundido com espiritualidade ou, praticadas dentro das igrejas como se fosse uma coisa sobrenatural e dom do Espírito. Essas práticas têm sido difundidas por falta de caráter dos pastores em ensinar à igreja a obter os dons espirituais, então, usam subterfúgios porque já estão saturados das coisas de Deus, não estão mais satisfeitos com o que o Espírito doou à Igreja. Sentem comichão nos ouvidos para ouvirem o que lhes agrada.


Os pilantras disfarçados de pastores estão enganando os crentes usando a própria Bíblia. Um dos argumentos que usam é o de que, Deus, para criar a mulher, fez cair um sono profundo sobre Adão. Esses tais promovem a prática da hipnose nas igrejas com o pretexto de que isso fosse uma manifestação do poder de Deus para curar as pessoas. O argumento que usam sobre o sono de Adão não procede por algumas razões fundamentais: primeira: o sono profundo que Deus fez cair sobre Adão, não foi para lhe curar de nenhuma enfermidade, mas para tirar dele uma pessoa formada da sua própria carne. segunda: Deus é Deus. Não devemos confundir uma ação que, por mais que estudemos e tenhamos conhecimento profundo dentro da ciência e sejamos espirituais o suficiente aos olhos humanos, não há, em toda a Escritura, nenhuma base para que, deliberadamente permita esta prática. Terceiro: não há conhecimento de que tipo de sono Deus fez cair sobre Adão. Os cristãos devem atentar para o fato de que, foi usando as Escrituras que Satanás tentou enganar a Jesus.



OS MEIOS NATURAIS

  1. Conhecendo a ciência
Quem não conhece a ciência (recursos e fenômenos naturais), pode ser facilmente enganado por ilusões e supostos milagres.

  1. A ignorância

  1. A sabedoria que não vem do alto

As pessoas que são envolvidas com tais práticas querem através delas provar para os outros que são fenômenos espirituais.

programa O Caminho Antigo, exibido pela CNT, dirigido pelo filipino Eliseo Soreano distorce a Palavra de Deus e fisga inúmeros desavisados que não conhecem a Bíblia.

O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento“. (Oséias 4.6a)

broelis

O texto abaixo mostra quem é este personagem e algumas de suas heresias.

A Igreja de Deus Internacional - Eliseo Soriano

Eliseo Soriano é um pseudoprofeta, que ensina aborrecíveis heresias. Cuidado com este parlapatão! Nascido em 1947, este controverso evangelista filipino é presidente da “Igreja de Deus Internacional”. Mais conhecido como “irmão Eli”, nos seus programas de rádio e TV (O Caminho Antigo) ele procura sempre criticar outras religiões e denominações que considera serem contra as doutrinas bíblicas.

SORIANO PERVERTE O EVANGELHO

A seguinte informação está no site de Soriano. Meus comentários estão logo abaixo dos dele:

Diz Soriano: “A Bíblia ensina que há somente uma igreja o qual devemos nos ajuntar, para sermos salvos por Jesus Cristo. De fato, a igreja na Bíblia torna-se instrumento de Deus em fazer os gentios, herança para a promessa de vida eterna”.

Refutação: Biblicamente falando, não temos que nos juntar a qualquer igreja visível organizada para sermos salvos. Salvação é pela fé somente na pessoa do Senhor Jesus Cristo (Romanos 10.13, Atos 4.12).

Continua Soriano: “… nosso Senhor Jesus Cristo veio trazer dois tipos de salvação, através da Bíblia. No tempo em que ele assumiu a forma humana ele salvou Israel de seus pecados. Isto está escrito em Mateus 1:21, que diz: E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.” “Portanto, quando ele vier novamente, a segunda vez, ele trará salvação para os fiéis. E a Bíblia nos ensina como podemos nos tornar parte desse povo que nosso Senhor Jesus Cristo irá salvar no dia do julgamento. O primeiro versículo de Efésios que temos que atentar é o 3.6, que diz: ”A saber, que os gentios são co-herdeiros, e de um mesmo corpo, e participantes da promessa em Cristo pelo evangelho“.

Refutação: Novamente, esta é mais uma visão equivocada desse suposto teólogo. Não existem “dois tipos de salvação”. Jesus claramente afirma em João 14.6 - “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”. Soriano erra e não tem profundidade na análise bíblica! Ele ensina que Jesus veio 2000 anos atrás somente para salvar Israel e que os fiéis de hoje serão salvos na segunda vinda – O que é um absurdo! Há somente um plano de salvação, e este é pela graça por meio da fé (Efésios 2.8-9). Soriano ensina uma salvação baseada nas obras, onde a pessoa deve ser “fiel” com sua religião organizada para ser salva. De forma terrível ele está fazendo lavagem cerebral em muitas pessoas e levando-as para o inferno de fogo!

Ainda ele: “… de acordo com São Paulo, para os gentios terem parte na salvação que vem de nosso Senhor Jesus Cristo, eles tem de ser feitos primeiro parte do corpo; e somente depois que eles tornam-se participantes de uma promessa em Cristo pelo evangelho.”

Refutação: Eli Soriano ensina que a fé somente em Jesus Cristo é insuficiente para salvar. Ele ensina que um perdido pecador deve PRIMEIRO juntar-se a uma igreja antes de poder receber a Cristo como salvador. A Palavra de Deus ensina exatamente o oposto. Biblicamente, no exato momento em que você crê em Jesus Cristo como seu salvador pessoal, você se torna um membro do corpo de Cristo.

Fonte: http://www.churchofgodinternational.org/biblicaltopics/bib_salvation_2_pf.htm

SORIANO NEGA A DIVINDADE DE JESUS CRISTO!

Tal como as Testemunhas de Jeová, Soriano tenta disfarçadamente negar a divindade de Jesus Cristo. Ele afirma: “O Jesus e o Cristo da Bíblia não é o mesmo Deus pai.” (Aqui ele quer mostrar que Jesus é inferior ao Deus Pai, apenas um deus menor)

Fonte: http://www.angdatingdaan.org/biblicaltopics/bib_christ_1.htm

A Palavra de Deus abundantemente e de forma claríssima ensina a divindade de Cristo. Lemos isso em Colossenses 2.9 - “Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade”. Soriano corrompe as Escrituras pela sua calamitosa obtusidade. Lemos também em João 10.33 - “Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, TE FAZES DEUS A TI MESMO.” Quem ousaria dizer que Jesus não professou ser Deus? Sim, o Pai é uma pessoa na Divindade e o Filho é outra… Mas O Pai, o Filho e o Espírito Santo É DEUS! Em Apocalipse 1.8 Jesus igualmente declara ser o Deus Todo-Poderoso - “Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso”. Jesus aceitou ser adorado somente como Deus é intitulado (Mateus 8.2; Isaías 42.8). Jesus perdoou pecados que somente Deus poderia perdoar (Marcos 2.5-7; Lucas 5.21). Jesus fez milagres, como curar mutilados, que homem nenhum jamais fez - “Se eu entre eles não fizesse tais obras, quais nenhum outro tem feito, não teriam pecado; mas agora, viram-nas e me odiaram a mim e a meu Pai.”

MAIS UM QUE ATACA A IGREJA

Soriano está explorando o cristianismo, transformando as Escrituras em mentiras, abiscoitando recursos e beneficiando a si mesmo. Eliseo Soriano e a sua “Igreja de Deus internacional” são uma seita mefistofélica! TOME CUIDADO!

Soriano é conhecido por cuspir diante do público, quer seja nas reuniões ou nos programas de TV. Isto demonstra como é a conduta de Eli Soriano em suas aparições públicas. Bizarra é a descrição apropriada para Eli.

Eis o relato resumido de um entrevistador (Mike Enriquez) sobre essa insólita situação: A primeira coisa que fez ao entrar no lugar (onde ele foi entrevistado) foi cuspir sua saliva ou talvez escarrar no piso a sua direita. Eu estava esperando uma permissão para fazer uma pergunta a ele: se sua mãe o ensinou também a assoar o seu nariz em público, mas a permissão não veio… Creio porque seja tão bizarra…O tema de Soriano é: “eu sou parte de um reino animal”.

BREVE RESUMO DE SUA TRAJETÓRIA

1975: Levita Gugulan, foi nomeada como a presidente da primeira igreja a qual Soriano pertencia.

1976: Gugulan nomeou Soriano para o corpo diretor da igreja.

1976 (fevereiro) Soriano é afastado de sua primeira igreja por incitar rebelião e ensinar doutrinas contrárias as pregadas pela sua igreja.

1989: Perdoado pela justiça em uma ação movida por um membro da sua antiga igreja por emitir cheques sem fundo.

Candidatou-se ao senado filipino, mas foi tachado de imoral, não conseguindo se eleger (mais tarde Eli abandonou tal idéia).

Orgulhou-se de ter um templo maior do que o Araneta Coliseum (o maior auditório das Filipinas); porém ele mesmo considera os templos como coisa sem valor em nossa época.

Permitiu que o seu suposto “púlpito sagrado” fosse usado para campanhas políticas durante os cultos.

Freqüentemente vexa seus próprios membros quando a quantia de dinheiro que entra na contabilidade da igreja fica abaixo das metas por ele estabelecidas.

2004: Suspenso pelo MTRCB por violar os padrões éticos de moral e conduta em vôos.

PROPRIEDADES PESSOAIS:

Igreja de Deus Internacional, dez hectares de terras para cultivo de peixes, estúdio fotográfico, farmácia, uma empresa de auto-peças, um resort em Morong Beach, uma estação de tratamento de água, uma empresa de merchandising, uma empresa do ramo de avicultura, um restaurante e diversos imóveis para locação.

ENSINOS NÃO BÍBLICOS DE SORIANO

Eliseo Soriano é um pseudoprofeta que ensina equívocos teológicos, tais como:

1. Soriano rejeita a doutrina da Trindade e crê no seguinte: O Pai: Deus Todo-Poderoso e Salvador sobre todos. Maior que o Filho e o Espírito Santo.

O Filho: é Deus, mas não Todo-Poderoso como o Deus Pai. É igual ao Pai como Deus, mas não é maior que Ele porque foi enviado por Deus Pai. É maior que o Espírito Santo.

O Espírito Santo: é parte do Pai e do Filho e também é chamado de Deus, mas não como uma pessoa. Aparte da crença nesses “três deuses” ele também insiste que há “muitos deuses” por causa de I Coríntios 8.5.

2. Soriano acredita que o Deus Pai, foi o salvador a quem deve ser dado os créditos por todas as coisas que Ele tem feito por enviar salvadores durante épocas passadas (Hebreus 1.1-2).

3. Soriano acredita que Jesus é um “Deus Forte”, mas não o Deus Todo-Poderoso. Soriano não acredita que Jesus seja o único salvador da humanidade. Ele ensina dois tipos de salvação que Jesus faz: (1) Ele foi enviado primeiramente para ser o salvador da casa de Israel (Mateus 15.24) durante sua humanidade (Mateus 1.21), mas Ele foi apenas um entre os que foram enviados para salvar. (2) Em sua segunda vinda, ele vai salvar os fiéis (isto é, membros da igreja de Soriano). Soriano ensina que Moisés foi enviado pelo Pai para ser um instrumento de salvação e salvador de fato dos israelitas (Atos 7.35-37) e o apóstolo Paulo (Atos 13.46-47) foi o salvador para os gentios até o fim dos tempos. De acordo com Soriano, Timóteo foi o sucessor de Paulo para ser o salvador após a sua morte.

4. De acordo com Soriano, Jesus o Filho do Deus vivo também precisa de um salvador que é seu Pai, o Deus vivo, como alegado em Hebreus 5.7-9.

5. De acordo com Soriano, o significado da “Casa do Senhor” em Salmos 127.1 durante o Antigo Testamento é a “Igreja de Deus” e o nome desta igreja é: Iglesia ng Dios kay Kristo Hesus, Haligi at Saligan ng Katotohanan (Igreja de Deus em Cristo Jesus. A coluna e firmeza da verdade – Filipinas). Eles acreditam que uma pessoa pode ser salva mesmo que não tenha ouvido os ensinos de Soriano. Essa pessoa será julgada por Deus de acordo com sua consciência. Ele acredita que ninguém pode pregar a Bíblia, mas deve ser “um enviado” (que não pode ser ninguém mais do que ele próprio).

Pastores e líderes cristãos que estão atentos ao bem-estar espiritual dos filipinos e de outros povos pelo mundo que já foram enredados por essa enganação devem estar vigilantes e procurar expor esta seita e seu mentor, de forma que eles possam dirigir a fome espiritual de uma população crescente. Esta é nossa responsabilidade como genuínos cristãos nascidos de novo, ALERTAR os filipinos e outros povos sobre esse falso mestre que é Eli Soriano.

AUTORIDADE

Apesar de os membros da igreja de Deus Internacional afirmarem que a Bíblia é a única fonte de autoridade, isto é uma meia-verdade. Eles também acreditam que Soriano é “um enviado”, haja vista que somente ele faz a explanação sobre as Escrituras. Em outras palavras, um membro individualmente não pode fazer isto fora da esfera de autoridade de Soriano. Isto pode ser observado pelo seu programa de TV, uma espécie de exposição das Escrituras onde sempre é ele o preletor das interpretações bíblicas. Eu também tenho falado com muitos membros desta seita e tenho tentado perguntar algumas coisas sobre suas doutrinas e práticas, mas eles sempre recusam responder e falam para procurar o seu fundador.

ENSINOS BIZARROS E NÃO BÍBLICOS

Eli Soriano ensina que Deus não sabe de todas as coisas. Para Eli, Deus não sabe o dia do julgamento; mas Soriano sabe e prediz que o mundo irá acabar em 2010. Ele ensina que Deus não está presente em todos os lugares (isto é, Deus não é onipresente). Ensina que Deus não é um. Eli se apresenta como um deus.

Cristo como o salvador dos homens não estava no plano original do Pai; mais foi enviado como um gesto voluntário do Filho em uma suposta “convenção no céu envolvendo os três, isto é, Deus o Pai, Filho e o Espírito Santo”. Ensina que Cristo pecou uma vez.

Ensina que os apóstolos estavam propensos ao erro quando ensinaram o evangelho; porém Soriano afirma que ele pode responder a qualquer questão. Acredita que há somente um apóstolo com o nome de Tiago, em vez de dois como a Bíblia descreve. Mulheres não foram criadas a imagem de Deus, somente os homens. Mulheres não entrarão no céu a menos que se tornem como homens, e de homens em deuses.

Insultos pessoais, crimes e outros tipos de degradações humanas são praticadas livremente e até encorajadas a todo o momento, até mesmo durante os cultos, da mesma maneira que cobiçar de acordo com o que eles pessoalmente pensam dessas pessoas, jovens ou velhos da mesma maneira. http://www.geocities.com/bro_eliseo_soriano/mura.htm

Ele até mesmo proíbe seus membros se casarem (veja I Timóteo 4.1-3). Pratica conversa com os mortos bem como com Deus.
http://www.geocities.com/bro_eliseo_soriano/speakingwith.htm

SORIANO APROVA A HOMOSSEXUALIDADE

Soriano ensina que o comportamento homossexual não é abominável na visão de Deus. A Bíblia condena o pecado da homossexualidade (Romanos 1.24-32). Homossexualidade é moralmente repreensível e repulsivo.

Os membros da igreja mais próximos de Soriano: seus escritos contém tantos detalhes sobre a conduta homossexual de Soriano que você não pode negar que eles sabem de uma grande porção de coisas por trás dos bastidores. Soriano tem uma conta conjunta com outro homem, o qual ele mesmo confirma e admite que não há nada de errado com isto. Fonte dessas informações:
http://www.geocities.com/bro_eliseo_soriano/homo.htm

CONCLUSÃO

Eli Soriano é um pseudoprofeta. (...) Tal como as Testemunhas de Jeová, Soriano nega que Jesus Cristo é o Deus Todo-Poderoso. Em vez disso, ele ensina que Jesus é somente um “deus”. Ele nega o salvador Jesus, ensinando que somente os membros de seu grupo religioso serão salvos na segunda vinda de Cristo. Ele nega a divindade do redentor. Tragicamente eu tenho lido muitas palavras de apoio a ele em fóruns na internet, de suas iludidas vítimas.

Eli Soriano está levando multidões para o inferno com ele. O povo Filipino em particular está sendo vitima de uma enganação demoníaca porque eles são ingênuos e crêem em quem se apresenta como amável e agradável. Esta está sendo a razão de sua ruína. De firma triste a maior parte do povo filipino é desgraçadamente ignorante em relação à Palavra de Deus.

O problema é que as pessoas “dizem” que acreditam na Bíblia; mas não a estudam. A maior parte das pessoas não sabe nada sobre a Bíblia, exceto o que tem sido ensinado pelos HOMENS. Você precisa ler a Palavra de Deus por você mesmo. Veja o que Jesus disse em João 5.39… EXAMINAIS AS ESCRITURAS! Você tem feito isso?

Traduzido por Edimilson de Deus Teixeira
Fonte: Site Jesus is Savior
Por David Stewart


Se você tem questões relacionadas a esta matéria ou quer perguntar algo ao autor, CLIQUE AQUI e faça seus comentários ou perguntas.

O FALSO JESUS E SUA SEITA DEMONÍACA

video

O ANTICRISTO E O APOCALIPSE

video
União de Blogueiros Evangélicos

Um comentário:

  1. O Irmão Eli Soriano, ao descaracterizar o dizimo, algo dos antigos judeus, mexeu com todas as igrejas evangelicas e seus pastores, avidos por dinheiro.Ele teve de sair das Filipnas, perseguido pelo governo de lá que, é controlado pela igreja catolica romana.

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog

AUMENTE A FONTE

A+ a-

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Teólogo Pesquisador